pinterest

sábado, 25 de abril de 2015

Nossa Casa - Viviane Moses

Nossa Casa

Quando esta muito feliz meu filho
Me dá uma enxurrada de beijos.
Chega sempre correndo e beija
Beija, beija. E sai em disparada
Como se me disesse, muito obrigado.

Às vezes tenho vontade de fazer
O mesmo com a nossa casa.
Lançar-me ao chão e beijar o assoalho.
Beijar, beijar e não sair correndo
Mas ficar, deitada olhando o teto

Os objetos, a nos imprimir suas marcas.
As vezes tenho vontade de dizer
Muito obrigada, nossa casa
Por nos acolher quando há chuva
E as águas descem em rios do céu

Mas também quando há sol em demasia
E eu encho a banheira com agua fria.
Mas nadas se compara a apenas ficar
Abraçada pelas paredes enquanto a vitrola
Tira musica do meu umbigo.

Um poema do livro,
Calor, pra retomar nossa conversa,
de Viviane Moses

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails